As 4 emoções mais perigosas pro seu dinheiro (e como usá-las a seu favor!)

18 de fevereiro | 2021

Só de pensar no seu dinheiro, te dá vontade de ir ao banheiro, bate uma tremedeira, seus sovacos começam a suar? Então, é sinal de que suas emoções mandam mais no seu bolso do que você. E isso pode ser MUITO ruim pra sua vida financeira e pros seus investimentos! 

Por Me Poupe!

Me conta uma coisa, mepoupeira e mepoupeiro: que decisão você tomou num momento muito emocionado (seja de muita felicidade, muita tristeza, muita raiva, muita empolgação…) e se arrependeu depois?

Tá, pode ser mais de uma.

Vixi, já pensou em três???

Preciso confessar que isso não me surpreende, não. Afinal, quando a gente toma decisões à flor da pele, elas não costumam ser muito pensadas. Ou seja, são decisões por impulso! E decisões por impulso não costumam ser as melhores possíveis, especialmente com dinheiro…

E, agora, você já lembrou de uma péssima decisão que tomou por impulso com o seu dinheiro, né?

Nathalia Arcuri falando "calma!"

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri falando “calma!”

Não dá pra você fazer nada com o que ficou no passado além de aprender com os erros e evitar cometê-los de novo no futuro. E é pra isso que eu tô aqui!

Hoje, quero que você entenda que é impossível se livrar das suas emoções. Então, você precisa entender cada uma delas e aprender a controlá-las, antes que elas controlem o seu dinheiro… E até te façam perdê-lo!

4 emoções que te fazem perder dinheiro

Pra isso, eu vou te contar de 4 emoções “negativas” que costumam fazer as pessoas se afastarem da riqueza: raiva, medo, inveja e ganância.

“Me Poupe!, eu vi que você colocou entre aspas…”

Ahhh, gosto de gente observadora!!!

Sim, tá entre aspas, porque a gente costuma ver essas emoções como ruins… Mas elas podem, sim, te ajudar a enriquecer, se você souber usá-las a seu favor.

#PARATODOSVEREM: Nath Arcuri, em foco, aponta um dedo próximo ao olho e diz “De olho”

Raiva:

É a emoção que te faz sentir que você “merece” alguma coisa. E, falando em dinheiro, ela sempre, SEMPRE vem seguida de alguma cagada financeira!

Você já ouviu a professora Vera Rita de Mello, que é especialista em psicologia econômica, falar do “efeito Jaque”, né? É quando você pensa “já que perdi o ônibus, vou de táxi”, “já que levei bronca do meu chefe, vou pedir comida no aplicativo”, “já que meu namorado me largou, vou comprar uma roupa nova”.

Viu como todas as primeiras coisas estão relacionadas, de alguma forma, ao sentimento de raiva?? A raiva te faz agir por impulso e te faz gastar o dinheiro que já tava carimbado pra outra coisa!

Nathalia Arcuri brava, gesticulando com os braços, com a câmera tremendo e um filtro vermelho para dar a impressão de raiva e a legenda '#nathpistola'

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri brava, gesticulando com os braços, com a câmera tremendo e um filtro vermelho para dar a impressão de raiva e a legenda ‘#nathpistola’

Medo:

Ah, mepoupeira e mepoupeiro, se eu ganhasse uma moedinha pra cada vez que alguém me diz que ainda não começou a investir porque tem medo…

É muito fácil de entender como o medo te afasta da riqueza. Ele te paralisa no mesmo lugar e te impede de tomar decisões melhores com o seu dinheiro. Afinal, você talvez nem saiba que decisões são essas: o medo te impede de descobrir.

Por isso tem tanta gente com uma fortuna na poupança que poderia já ter se transformado em uma fortuna e meia na Bolsa de Valores. Só de pensar nisso, quem começa a ter tremedeira sou eu… Mas depois eu volto nesse assunto.

Inveja:

Esse é um sentimento muito, mas muito complicado. Não é à toa que sua avó te dizia que inveja mata. Mata seus sonhos, sua vontade de chegar mais longe, sua capacidade de alcançar seus objetivos…

E pode reparar: parece que, quanto mais inveja você sente de alguém, mais coisas essa pessoa conquista! Será que a pessoa tá se alimentando de inveja???

Nathalia Arcuri dizendo "claro que não!"

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri dizendo “claro que não!”

Essa pessoa tá ocupada cuidando da vida dela, indo atrás dos próprios sonhos e sem perder tempo julgando os outros. Ou seja: a inveja, mepoupeira e mepoupeiro, só faz mal pra quem sente. 

Ganância:

Este é, talvez, o PIOR dos sentimentos em relação ao dinheiro. Pode ter certeza: a ganância VAI te fazer perder dinheiro.

Afinal, ganância não é querer mais dinheiro. É querer mais dinheiro simplesmente porque sim, precisar de tudo pra agora, não conseguir se planejar e traçar metas.

E, nesse desespero pra enriquecer rápido, tem MUITA gente que perde tudo. Tudo mesmo!! Quantas histórias você já ouviu de pessoas que venderam até as calças pra fazer um investimento que não era bom? Ou que confiaram em outra pessoa pra decidir onde deveriam colocar o próprio dinheiro pra trabalhar, e acabaram tendo um prejuízo gigantesco?

Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri olhando alguma coisa, com a mão no queixo, e cara de preocupada

Eu não quero que nada disso aconteça com você. E acho que você também não quer, né???

Então, é hora de te contar como essas emoções também podem te AJUDAR a enriquecer!

Lide com suas emoções pra ganhar mais dinheiro!

O melhor jeito de impedir que a raiva leve seu dinheiro embora é com autocontrole. E eu sei que autocontrole não é sempre fácil! Então, eu tenho uma fórmula pra isso:

QUE-ME-PRE-PO-DE. Memoriza isso: QUE-ME-PRE-PO-DE!

O que isso significa? É simples:

QUE = quero?

ME = mereço?

PRE = preciso?

DE = devo?

Se você se fizer essas perguntas antes de QUALQUER compra, tenho certeza que as que forem por impulso vão diminuir muito. Além disso, elas também podem te ajudar a organizar suas prioridades. Pode ser que, num momento de raiva, você descubra que de fato precisa comprar algo.

Por exemplo, você queima sua comida ao esquentar almoço no fogão e, cheia e cheio de raiva, pensa em comprar um microondas na mesma hora!

Você quer? Sim! Merece? Sim, porque não dá pra queimar comida! Precisa? Com certeza! Deve? NÃO, porque o microondas custa mais do que você tem na conta hoje. Então, ele se torna uma meta: você pode investir seu dinheiro pra, em alguns meses, fazer essa compra.

Nathalia Arcuri com as mãos do lado da cabeça, como se sua mente tivesse explodindo, falando "uau!"

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri com as mãos do lado da cabeça, como se sua mente tivesse explodindo, falando “uau!”

Já o medo é o filtro de cagada. 

O medo é um instinto que a gente tem pra se proteger! Por exemplo, medo de altura, de fogo, de escuro… E o medo de investir? É a sua cabeça tentando te impedir de perder dinheiro!

A psicologia econômica explica isso. Nosso cérebro tem tanto medo de perder, mas tanto, que a possibilidade de ganhar não é suficiente pra fazer com que ele mude de ideia. Por isso tem tanta gente até hoje com dinheiro na poupança, mesmo sabendo que, pior que ela, só deixar o dinheiro no colchão!

Portanto, o medo é, sim, importante, pra te fazer avaliar os riscos e agir com cautela. E a melhor forma de combatê-lo pra que ele não te paralise é com conhecimento! 

Por isso, se você ainda tá com medo de ganhar dinheiro de verdade investindo na Bolsa de Valores, vou deixar esse banner pra você clicar:

De 2 a 5 de março, o Professor Mira, nossa estrela da renda variável, vai faz o Intensivão da Renda Variável! Serão 4 aulas de graça pra você ver como QUALQUER PESSOA pode ganhar dinheiro na Bolsa de Valores, mesmo quem morre de medo dela. É só conhecê-la melhor. 😉

E a inveja?

O primeiro passo pra superá-la é saber que você sente isso. Depois, você precisa entender do que exatamente tem inveja e trocar o olhar do julgamento pelo olhar da inspiração!

Sim, mepoupeira e mepoupeiro, já parou pra pensar que você pode se inspirar na pessoa de quem tem inveja e até pedir ajuda pra ela pra chegar mais longe também???

Eu vou te deixar esse desafio aqui. A próxima vez que você sentir aquela pontinha de inveja, dê três respiradas fundas e entenda de onde vem esse sentimento. Do quê, exatamente, você sente inveja? Como essa pessoa conseguiu isso? Você pode pedir ajuda pra ela? Se não, pra quem pode pedir?

Além disso, procure se cercar de pessoas que inspiram mais e julgam menos. Tenho certeza que esses episódios de inveja vão despencar, e você vai poder concentrar toda essa energia pra realizar seus próprios sonhos.

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri olhando para a câmera e piscando com um olho só

Por fim, a ganância!

O mais perigoso dos quatro sentimentos! Afinal, ele pode ser confundido com ambição.

Mas existe uma diferença muito grande: quem é ambiciosa e ambicioso sabe onde quer chegar, e porquê. Já quem é gananciosa e ganancioso não tem essas respostas.

E, pra quem não sabe onde vai, qualquer caminho serve.

Nathalia Arcuri olhando séria e derrubando a sua colher de pau, como se 'drop the mic'

#PRATODOSVEREM: Nathalia Arcuri olhando séria e derrubando a sua colher de pau, como se ‘drop the mic’

Então, se você estiver sentindo que precisa de mais dinheiro, que quer enriquecer rápido… Tome muito cuidado! Se acalme, transforme tudo isso em metas (lembrando: metas têm motivo!) e descubra quais as melhores formas de alcançá-las.

AH! Também é o conhecimento que vai te safar de muita furada aqui, então segure a ansiedade, evite entrar na primeira “moda” que ver pela frente e entenda muito bem onde é que você tá querendo colocar o seu dinheiro.

Agora, quero saber de você: alguma dessas quatro emoções já te fez cometer alguma cagada financeira? Conta nos comentários!

Até a próxima, e não se esqueça: emoções não são do bem e nem do mal, o que muda é o que você faz com elas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário