Inovações que transformaram o mundo das finanças na última década

17 de novembro | 2021

“Siri, quais as principais mudanças do mundo das finanças?”. Bom, em uma era de constantes inovações, esse é um jeitinho bem atual de se informar, não? Pois bem, hoje estamos aqui pra falar sobre as inovações que transformaram as finanças! Bora?

 

Por Me Poupe!

 

O mundo está em constante transformação e isso se aplica em diversos nichos, inclusive ao financeiro. Queremos aproveitar esse Dia da Criatividade pra resgatar as principais criações e novidades que impactaram o mundo das finanças e entender melhor como elas influenciaram – e seguem influenciando – a nossa vida! 

 

AH-QUE-FESTA-DOS-SOVACOS-INOVADORES!

 

Cartões digitais

A segunda das inovações que mudaram o mundo das finanças são os cartões digitais, ou seja, as versões online dos seus cartões de crédito físicos.

“Mas para que eles servem?”, você deve estar se perguntando. Bom, eles garantem muito mais segurança, comodidade e dinamismo para transações online. 

A maioria dos bancos costuma mudar alguns dados do cartão online com recorrência, o que impede o uso de dados por criminosos ou compras não requeridas e automáticas em aplicativos que o cartão tenha registro.

 

Criptomoedas

É claro que as moedas digitais não ficariam de fora da nossa lista das inovações babadeiras da última década. Elas ganharam maior relevância nos últimos anos e fizeram uma verdadeira revolução no mercado financeiro!

Elas fazem uso de uma tecnologia que é chamada de blockchain, que garante que cada operação sobre um ativo fique registrada, além de, trazerem informações importantes em relação à idoneidade daquele ativo. 

Nesse caso, estamos falando de uma moeda (ou melhor, muitas moedas!) que não existe no mundo físico. Além disso, não possui lastro nacional – não é um dólar, real ou peso -, mas tem liquidez financeira.

A mais famosa dentre essas criptomoedas que estão mudando o mundo financeiro é a Bitcoin. Para se ter noção, no ano de 2017 o seu valor chegou próximo dos US$20 mil. 

 

nathalia me poupe

#PARATODOSVEREM: Nath Arcuri olhando para cima e falando ‘Meu Deus, isso é impossível’.

 

 

Encerrando a lista de singularidades, as cripto não existem em número suficiente para os interessados nela. 

“Eita, mas o que isso quer dizer?”

Quer dizer que ela opera de acordo com a sua escassez, ou seja,  quanto menos existirem (e o lançamento dessas moedas têm prazo para ocorrer) e mais demanda tiver, mais valor elas ganham. U-A-U!

Aproveite e acesse esse conteúdo aqui pra entender mais sobre esse universo! 

 

Aplicativos de bancos e corretoras

Embora hoje pareça a coisa mais banal do mundo, os aplicativos de bancos foram um divisor de águas no mundo financeiro.

Foi a partir disso, aliás, que os smartphones se tornaram cada vez mais comuns. Os aplicativos, assim como os celulares, se modernizaram ao longo dos últimos anos. Hoje, então, é possível consultar saldo, extrato e fazer transações em poucos cliques.

Dentre as vantagens dos aplicativos estão comodidade, acessibilidade, segurança e facilidade na contratação de serviços financeiros – que vão de empréstimos a investimentos.

 

Fintechs

Como o próprio nome já diz, elas misturam os termos “financial” e “technology”, ou seja, são empresas que trabalham com soluções e serviços financeiros. A primeira fintech brasileira surgiu em 2013 e, em poucos anos, já somamos mais de mil empresas.

No páreo com bancos e outras instituições financeiras tradicionais, as Fintechs dão duro para manter o interesse do público através de soluções inovadoras e bem menos burocráticas. Por isso, dá pra dizer que elas não só revolucionaram o mundo das finanças, mas também vieram para melhorar a vida do consumidor.

 

Simuladores de crédito e investimento

Quando falamos de inovações do mundo financeiro na última década é impossível deixar de fora os SI-MU-LA-DO-RES! Pois bem, de crédito online à descoberta dos melhores ativos de investimento, eles são ferramentas indispensáveis na comparação das opções disponíveis no mercado.

Os simuladores facilitam a vida do consumidor que pode encontrar, em poucos passos, todos os dados de um empréstimo ou investimento adequado pro seu perfil.

Aliás, Me Poupeira! e Me Poupeiro!, se você ainda não acessou o nosso simulador de investimentos, você tá vacilando MUITO! Clica aqui e vem fazer seu dinheiro trabalhar por você. 

 

NFT

Essa é uma sigla na língua inglesa que corresponde a Non-Fungible Token. Em português, então, é um “Token não-fungível”.

Ele se refere a algumas operações que ocorrem na internet e que têm, como alvo, ativos digitais. Dessa forma, há a compra e venda de arquivos como imagens, vídeos e obras. Contudo, ao invés de deter a obra física, você passa a ter um código criptografado que demonstra que essa é a obra original e que é de sua posse.

Para se ter noção, nos últimos 3 anos viraram notícia as vendas de um meme e de uma colagem digital dentro do modelo NFT. Embora isso não impeça a reprodução da imagem por outras pessoas, garante que você detém a original.

Mas qual é a importância disso? Pois bem, aqui entra a mesma noção que se aplica aos colecionadores de arte. Quando alguém compra uma obra, ele possui um certificado de autenticidade. Assim, a original é dessa pessoa. Porém, outras podem ter réplicas da obra em casa e penduradas na parede de sua casa, sem maiores problemas.

Assim, embora NFT possa parecer um gasto desnecessário, ele tem valor. Especialistas, aliás, apostam que esse setor deverá crescer, especialmente porque dá valor aos artistas ao mesmo tempo em que cria a escassez, que é o que move o mercado financeiro.

 

PicPay

Esse é um aplicativo que, sem sombra de dúvida, mexeu com o mercado financeiro. O PicPay surgiu em 2012 como um aplicativo de finanças (alô, fintech) gratuito,que se vincula a pagamentos e transferências.

Seu funcionamento demanda o cadastro de um cartão de crédito e, partir disso, você pode fazer transferências para outras pessoas diretamente do saldo do seu cartão. O melhor? Sem taxas!

Ele ainda permite o pagamento de boletos pelo cartão de crédito e oferece o nosso amado cashback

AI-QUE-FESTA-DO-DINHEIRO-DE-VOLTA!

 

É por isso que essa é uma das principais inovações do mundo das finanças da última década. Afinal, apresentou novas possibilidades aos consumidores que, mesmo sem dinheiro na conta, podem fazer pagamentos com o cartão de crédito e, ainda, obter dinheiro de volta!

 

E aí, gostou de conhecer as principais inovações do mundo das finanças da última década? Já aproveita e compartilha esse conteúdo com quem você curte!

 

Até mais!

 

Você também pode gostar de:
O que são Bitcoins e como minerar?
Um tour pela história do dinheiro
O PIX é seguro? Não caia em fraudes.

 

Imersão-visionária

 

 

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário