Desafiei minha forma de pensar sobre dinheiro. Isto é o que aprendi. #TeArriscaLinda

18 de junho | 2021

Eu sempre conto que sai de uma dívida de R$ 70 mil e que hoje eu faço muita renda extra! Mas isso não aconteceu de uma hora pra outra. E, hoje, eu vou revelar como foi essa virada na minha cabeça na forma de pensar sobre dinheiro!

Por Bruna Andriotto

A mudança na minha vida financeira começou dois anos atrás, quando eu participei da primeira edição do reality Me Poupe!. A Nathalia Arcuri me deu um verdadeiro choque de realidade, e eu logo de cara segui à risca o método dela.

Foi assim que eu virei a musa da renda extra da Me Poupe!: fiz mais de R$ 4 mil de renda extra em um mês, superei minha meta e comecei a seguir o meu planejamento pra deixar de ser envididada!

#PRATODOSVEREM: BRuna Andriotto falando “então vamo então”, com essa legenda sobre a tela, num vídeo em preto e branco

Mas o reality durou um mês, e minha dívida ainda ia levar anos pra ser quitada. Então, eu precisava manter o foco mesmo longe das câmeras! Pensar nisso me deixava bem nervosa: como que, em quatro semanas, eu poderia mudar os hábitos da minha vida inteira? Será que isso era possível?

A resposta curta é SIM. Mas não foi fácil, e exigiu bastante dedicação até eu ter segurança que não voltaria a enfiar o pé na jaca como antes. 

O que você vê no reality é uma parte muuuuito pequena dos meus dias participando dele. E a principal mudança não dá pra mostrar, porque ela aconteceu na minha cabeça, e depois da minha participação. 

O primeiro passo para a virada financeira

O reality mostra na prática o método que a Nath criou pra desfuder a vida financeira de qualquer um, mas ele vai muito além do que o YouTube mostra. O primeiro passo pra virada financeira vem de dentro, quando você aceita mudar sua mentalidade e arrisca pensar de outra forma.

Isso ficou muito claro pra mim quando fiz a Jornada, o curso de finanças pessoais da Nath. O primeiro módulo é todo dedicado a mostrar como é possível encarar o dinheiro de outra forma: como um aliado, uma ferramenta, e não um obstáculo entre você e seus sonhos.

Já faz anos que fiz o curso, mas esses dias mesmo eu estava pensando… O que passava pela minha cabeça de pagar TUDO no cartão de crédito, mesmo sabendo que eu não tinha como pagar depois?? Eu sempre me convencia que ia dar um jeito. Resultado? Bom, você já sabe: uma bela dívida!

Eu entendi não apenas que a Bruna sabotava a Bruna, mas tudo o que acontecia no meu cérebro pra permitir esse tipo de coisa. Pois é, mepoupeira e mepoupeiro, a psicologia financeira já estudou TUDO o que acontece na sua cabeça e pode te ajudar a entender as compras por impulso, as compensações, o “efeito jaque” (o “já que eu fiz uma dívida, vou fazer mais uma”…)… E, principalmente, a evitar tudo isso!

A próxima turma da Jornada tá quase aí, e o curso está cheio de novidades! Quer saber mais sobre ela e entrar na lista de espera? Clique aqui!

A maior mentira da minha vida financeira

Se eu pudesse voltar no tempo e ensinar só UMA coisa pra mim mesma, seria que não existe autocontrole futuro.

Sabe aquela frase que você diz para si mesma: “mês que vem eu invisto dinheiro”, ou “só mais essa compra no cartão de crédito, depois eu pago”… E, no fim o mês SEMPRE passa sem que você tenha investido, mas com várias compras feitas no cartão e nenhum dinheiro pra pagar a fatura. Tô certa ou tô errada??

Foi em uma das aulas de economia comportamental da Jornada que eu aprendi esse termo, “autocontrole futuro”. Que é uma coisa que não existe! Você não vai começar amanhã do nada. O dia certo de começar é HOJE. Autocontrole é algo que você pratica todos os dias, e que vai impactar e muito o seu dinheiro no futuro!

Os sabotadores do meu dinheiro

Com o método N.A, eu aprendi a identificar os sabotadores do meu dinheiro, e vou compartilhar com você meus principais aprendizados:

Aprendi a não confiar em mim mesma. Calma, não é tão ruim quanto parece! Por exemplo, eu aprendi que antes de tudo, assim que o dinheiro cair na conta, preciso já separar o que vai ser investido, para garantir meus investimentos do mês.

Aprendi a fazer um exercício de visualização do futuro. Afinal, o cérebro tem dificuldade em enxergar o futuro! Por isso, é importante colocar tudo no papel e, assim, literalmente visualizar o que você quer pra sua vida.

Aprendi a me colocar de fora da situação. A Nath dá um exemplo ótimo: quando você for comprar algo, feche os olhos e saia da situação por um instante! Se pergunte o que você diria pra você mesma ao observar o que você está fazendo. Esse exercício é MUITO bom pra gente se concentrar nas nossas metas e evitar gastar dinheiro à toa. 

Esses três aprendizados foram os que mais mudaram minha vida financeira. Mas, mas mais do que isso, eu descobri que o grande segredo está na mente! Afinal, sem mudar o seu jeito de pensar sobre dinheiro, entender sua relação com ele e a maneira que você consome, não dá pra ter uma mudança real.

Bru Andriotto seugrando a câmera e dizendo "te vira linda!" com a legenda #teviralinda

#PRATODOSVEREM: Bru Andriotto seugrando a câmera e dizendo “te vira linda!” com a legenda #teviralinda

Sem a mudança de mentalidade, você pode até passar por um reality e ter milhares de pessoas te acompanhando e torcendo por você, como aconteceu comigo. Mas você vai resolver parte do problema e, quando a câmera desligar, voltar aos antigos hábitos logo depois.

Com UMA atitude com meu dinheiro, minha vida toda mudou

Graças a essa mudança, eu saí das dívidas, encontrei várias maneiras de fazer renda extra, saí de um emprego que eu não gostava e passei a morar sozinha, tudo em dois anos. TUDO na minha vida mudou, já realizei alguns sonhos e estou no caminho dos próximos!

No entanto, eu já te aviso: fazer essa mudança não é fácil. Você precisa ter paciência, constância e determinação. Mas também garanto que a sensação que você tem de viver sem perrengues financeiros é incrível. A vista é linda, e eu ainda nem cheguei no topo da montanha!

Moral da história: arrisquei dar uma chance pra uma nova ideia, uma forma diferente de pensar sobre dinheiro. E deu tudo muito, mas muito certo mesmo!

E você, mepoupeira e mepoupeiro que me leu até aqui, já começou a sua mudança de mentalidade? Me conta nos comentários qual foi ela.

Um beijo, e até o próximo #TeArriscaLinda

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seja o primeiro a deixar seu comentário