Nos últimos meses acompanhamos o aumento da inflação e tenho dicas para que você possa vencer a inflação e fazer o seu dinheiro render com investimentos seguros. Saiba mais.

 

Por Me Poupe!

 

Em meio às constantes altas inflacionárias, bate aquele desespero: “será que vou sair falida ou falido dessa? Será que terei fôlego financeiro para passar por essa crise?”. Pera lá, Me Poupeira! e Me Poupeiro!, nem tudo está perdido e existe luz no fim desse túnel.

 

Na última edição do nosso PoupeCast, que foi ao ar nesta quarta (15), o nosso querido Professor Mira, especialista em renda variável, colocou fogo no parquinho! Junto do convidado Luiz Alves, gestor do Fundo Versa, o professor falou sobre como seguir investindo – e ganhando dinheiro – num cenário de crise e turbulência. 

 

Se você quiser ouvir o papo completo, dê o play aqui. Agora, vamos de resumão? Siga rolando a tela que te conto tudo que você precisa saber!

 

Antes de mais nada, se você não está nessa órbita e simplesmente não faz IDEIA do que eu estou falando… alô, vou te dar um panorama: 

 

Estamos passando por uma crise sanitária, hídrica e financeira, lidando com a alta da inflação – já chegando a quase 10% nos últimos 12 meses -, taxas de desemprego batendo recordes, instabilidade e polarização política. Enfim, estamos vivendo momentos turbulentos. 

 

Natalia Acuri agradece

 

Mas, afinal, como isso afeta diretamente o seu bolso e, mais especificamente, os seus investimentos? Qual direção seguir? Quais sinais ouvir?

 

INVESTIDORA E INVESTIDOR, PEGA NA MINHA MÃO!

No campo dos investimentos, esse costuma ser um cenário de acomodação, no qual os preços ficam de fato muito afetados e existe um receio de quem  investe com relação ao rendimento de suas aplicações. 

 

O pulo do gato é ficar atento ao tipo de aplicação escolhida. “Mas Me Poupe!, existe algum investimento que pode se beneficiar da alta da inflação?”. A resposta é SIM!

 

Natalia Acuri agradece

 


RENDA FIXA É O NOME DELE

Com a inflação subindo, o Banco Central vai direto na nossa conhecida SELIC para reajustar a taxa de juros – na tentativa de frear a inflação. Isso favorece as aplicações de renda fixa, uma vez que grande parte delas usa esse índice como indexador. 

 

Com os fundos de inflação, é possível comprar títulos de IPCA, LCI e LCA que estão tendo um bom rendimento do mercado. Para quem é iniciante no assunto, vale o alerta de que o ideal é contar com o auxílio de um especialista, como o Professor Mira.

TESOURO IPCA

Essa é uma aplicação excelente, principalmente se você está pensando a longo prazo e tem fôlego financeiro para seguir depositando uma certa quantia mensal. Sem movimentos de grande risco, esse é o investimento tido como mais “conservador” e seguro, mas que rende a maior quantidade em juros compostos e faz o seu dinheiro trabalhar por você!

CDBs


Há ainda os CDBs indexados à inflação. Muitos deles estão pagando mais que o Tesouro, e com prazo menor de vencimento. É como se você emprestasse dinheiro pro banco e ele te pagasse com juros. Se a taxa de juros da economia subiu, consequentemente esses juros também vão subir. Então, dá pra encontrar, AGORA, CDBs que rendem muito bem!

 

Mas ei, Me Poupeira! e Me Poupeiro!, eu já falei e vou repetir: você precisa ter na ponta da língua (ou melhor, do lápis) qual foi a sua inflação pessoal para, então, entender quais são os tipos de investimentos adequados aos seus objetivos. 


EU DOU CONTA SOZINHA OU SOZINHO?


Se você é nova ou novo  no universo dos investimentos, tem um perfil mais conservador ou ainda está pensando em como dar o melhor destino ao seu dinheiro, contar com especialistas é o melhor dos mundos!

 

Outra dica é apostar nas aplicações de renda, afinal, com elas os riscos são mínimos!

 

“Mas e aí Me Poupe! Onde é que encontro isso?”

 

Nas corretoras de valores, claro! As corretoras são como centros de investimentos, onde você encontra oportunidades de investir em títulos de várias instituições. 


Portanto, não tem mistério, fórmula mágica e nem pirlimpimpim. Vai ter que sentar a bunda na cadeira e estudar, não só sobre as melhores estratégias para cada momento da economia, mas principalmente sobre qual o seu perfil de investidor. 

 

Essa é, sem dúvidas, a principal dica para quem quer sair desse caos inflacionário melhor do que entrou! Conhecimento é a chave número um para triunfar.

 

como render o dinheiro

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como se beneficiar com a inflação, passa lá no insta da Me Poupe! pra acessar mais dicas da riqueza.