Nossa, mas já? Siiiimmm, o natal está mais perto do que você imagina! Quer começar 2015 no azul? Nath tem as soluções! Clica ai e ho-ho-ho!
Por Nathalia Arcuri

Já é Natal! E agora?

O ano passou, já estamos no final de setembro e apesar de todas as promessas de ano novo, sua condição financeira é quase a mesma de 365 dias atras… ou pior.
O que será que faltou pra que todas aquelas promessas de chegar ao fim do ano no AZUL fracassassem?
Eu prefiro que cada um responda por si.
O meu papel aqui é tentar evitar ao máximo que a situação se repita em 2015. Por isso te faço um convite ao incrível Mundo do Planejamento. Uma terra encantada onde quem reserva um curto período do dia para planejar as contas é rei ou rainha.
Pra isso, veja os 3 passos para não se endividar neste Natal.
1 – OLHE O EXTRATO E PROJETE AS CONTAS FUTURAS.
Parcelou a vida no cartão de crédito e não tem noção de quanto ainda tem de cada prestação? Essa é a hora de checar a última fatura e ver o quanto ainda deve para cada loja.

Ao lado de cada valor pago a prazo tem uma informação do tipo 2 de 10. Isso significa que ainda faltam 8 parcelas.
Exemplo:
Lojas Nath: R$100,00        parcela 4 de 12
Isso indica que você ainda deve 8 parcelas da compra feita nas Lojas Nath (obrigada), o equivalente a R$800,00.
Só depois de saber o quanto ainda deve siga para o próximo passo.
2 – ESTIPULE UM LIMITE.
Agora que você já sabe exatamente quanto deve, faça um favor a si mesma: Veja o quanto é possível gastar com os presentes de natal sem que isso transforme as festas de fim de ano em festas de fim de saldo.
 
Se pra você presentear as pessoas é muito importante, este é o momento de planejar a economia necessária para comprar os presentes sem sufoco. Faça de setembro, outubro e novembro os seus meses de produção, como se fosse o próprio Papai Noel se preparando para encher o saco.
 
Mas e o meu décimo terceiro, como fica?
 
Calma, Beth…
Você pode usar o seu décimo terceiro, mas de preferência só depois que quitar as dívidas de 2014 e reservar o suficiente para pagar a facada de impostos, matrículas, etc do início do ano que vem.
Lembre-se: Tem IPVA (pra quem tem carro) IPTU (pra quem tem casa) e material escolar, matrícula, uniforme novo e mochila da Pepa ou do Ben 10 (pra quem tem filhos).
  
Fez as contas e viu que tem o suficiente para os presentes? 
Pule para o item 3
 
Fez as contas e não sobrou nada?
Leia a solução aqui embaixo.
Ok, ninguém vai morrer por isso. É melhor passar UM natal em branco do que a VIDA no vermelho.
Deixe a vergonha de lado e assuma um compromisso com você.
Converse com os amigos, família, filhos, colegas de trabalho e explique a situação. Diga que pela primeira vez na vida você resolveu colocar as contas em ordem e que pra isso vai precisar da compreensão de todos. Deixe claro que você não está passando necessidade, que está tudo sob controle, mas que este ano sua contribuição com o Natal se resumirá a um belo peru recheado e muitas gargalhadas de alegria por saber que está ali de corpo, alma e bolso tranquilos.
As reações diante desse tipo de iniciativa costuma ser parecidas. Em geral as pessoas ficam espantadas com tamanho senso de responsabilidade e passam a te admirar. O efeito cascata também é comum. Você fala com uma prima, que também resolve fazer o mesmo e que convence o marido e aí por diante!
Mas é claro, sempre vai ter a cunhada (não a minha, ok?) mala ou a tia profeta do apocalipse que vão cochichar, maldizer e etc, mas isso elas fariam de qualquer jeito: com ou sem presentes. É gente que merece o troféu joinha…
Meu presente pra você!
3 – FAÇA A LISTA DE PRESENTES E PRESENTEADOS.
Coloque no papel ou na planilha, os nomes dos presenteados e os valores que pretende gastar com cada um, dentro da meta estipulada.
ATENÇÃO!!!
Comece pelos presentes de menor valor.
 
Motivo: É muito mais fácil reduzir o preço de um presente caro, que não se ajustou ao orçamento, do que baixar a estimativa de um presente que já “nasceu”barato.
Imagine a lógica:
Presentes de R$20,00 (para colegas)
Presentes de R$300,00 (para a família)
Se você começar a lista pelos mais caros, certamente não vai querer reduzir o padrão dos presentes, mesmo sabendo que não tem dinheiro pra lista toda.
Se começar a lista pelos mais baratos, quando chegar nos mais caros já vai saber o quanto ainda tem disponível para distribuir entre os sortudos dos presentes pomposos!
Sabendo o quanto tem pra gastar com cada um, ai sim vá as compras!
De preferência, pague em dinheiro, à vista, pra não perder o controle nem o foco. Não esqueça: Você está lá para comprar presentes para os outros, não pra você.
Em breve vou dar dicas de presentes fantásticos por um precinho camarada!
Aguardemmmmm e sejam felizes!
Nathalia Arcuri – Me Poupe
photo-nathalia
Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.