Cartões de crédito - vilões ou mocinhos?

13 de April | 2013

Ah, os cartões de crédito… pequeninos pedaços de plástico com o poder de levantar a autoestima, mandar buscar a felicidade aonde quer que ela esteja! Uma fonte (quase) infinita de alegrias instantâneas, se não fosse por um detalhe: a fatura! “AAAAAAAAAAAAAAAA! Socorro!” Você dirá quando ela chegar. Tudo o que é bom dura pouco, o seu limite também!

Por Nathalia Arcuri

Só não esqueça que aquele parcelamento da TV Led, 49″, (que aliás ficou um luxo na sua sala de estar, quase maior que a parede, praticamente um cinema dentro de casa)em 10X “sem juros”, vai perdurar pelos próximos meses… O que? Esqueceu? Fez mais compras a prazo no cartão? Se embolou, não é? Agora você vai perceber que o que é ruim leva um tempão pra acabar! Imagine que você esteja pagando juros de 10% ao mês sobre a divida no cartão de crédito (ainda vou ter um banco: BANCO SARA, aguarde rs) que está em R$1.000,00, a cada mês de atraso vai pagar R$100,00 de juros! Em um ano, lá se foram R$1.200! Que peninha… dava pra comprar todos os presentes de natal e ainda arrematar um Peru Sadia na promoção!
Atenção! Se a amiga leitora não quer ficar atolada em dívidas no cartão de crédito o primeiro passo é simples: bote fogo nele!
Muitos consultores financeiros aprovam a utilização do cartão com cautela, parcimônia e inteligencia, mas não é o caso da maioria das pessoas.

O cartão é sim uma ferramenta muito útil no dia a dia, nos ajuda a acumular pontos, que se transformarão em milhas e depois em prêmios, viagens, Free Shop, namorados gringos (essa foi para as amigas solteiras), Uau! Mas calma lá, isso é pra quem já está escolada, pra quem usa o cartão como um apoio e não como a salvação dos problemas! “Santo Cartão de Crédito que estás no céu, por favor, faça com que o valor mínimo deste mês diminua e que o meu limite suba pra eu possa continuar sendo feliz! Amém!”
Respondendo à pergunta lá do inicio do post: Cartão de crédito não é nada, nem mocinho nem vilão. Ele é apenas o sapo, que se beijado vira principe, se desprezado, continua sendo o mesmo asqueroso, inconveniente, verde e feio de sempre!

 

Nathalia Arcuri – Me Poupe

photo-nathalia

Sou a Nathalia Arcuri, poupadora por opção, jornalista por profissão e especialista em finanças pessoais por vocação.


Comentários

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Giancarlo Moura Gurgel. 09 de July | 2018

Oi Nath! Não tenho cartão estourei todos que já tive, to até meio traumatizado. Obrigado, pelo apoio.

Carlos 30 de May | 2017

po sapos sao muito maneros. primeiro sao peixe depois vira sapo, canta (barulhinho de casa no campo), come mosquito, pula...tem os da amazonia coloridos e venenosissimos. Mas sobre cartoes, vale ter um internacional e pagar a fatura sempre a vista etc? qual melhor? obrigado vc eh linda e malandra demais. parabens

Maicon 08 de May | 2017

Excelente, realmente faz pensar, já tive muitos prazeres instantâneos e na hora de pagar a fatura aquela dor de cabeça. hehe'

Anônimo 14 de September | 2014

Olá Nathalia,
pode ser que me ajudaria em algumas outras operacoes, mas, como escrevi, só uso o cartao como se fosse dinheiro vivo e dinheiro vivo só faz pagar. Nao junto pontos pra nada e nao parcelo. Ah, uso também como garantia quando alugo carro, faco viagens internacionais, compro pela internet através do PayPal e para compras grandes do mes e o salário ainda nao saiu.
Tenho uma sugestao, vc colocar aqui todas as vantagens reais em se ter um cc alertando também para os perigos de se gastar mais só para juntar pontos.

Acho seu blog muito simpático, nao tem aquele economes terrível que, no final, a gente nao sabe se estao falando de financas, de alguma doenca nova ou da nova invencao da área IT. Parabéns!

Malu

Nathalia Arcuri 13 de September | 2014

Anônima querida, aí é que você se engana! Bancos também adoram os bons pagadores, afinal, somos nós que bancamos a conta dos maus pagadores. Essa sua ficha-limpa com o cartão de crédito com certeza vai valer dinheiro na hora de negociar uma taxa melhor, uma isenção de carregamento em alguma aplicação... Se ainda não usou este seu poder de controle a seu favor, a hora é agora! Abs

Anônimo 13 de September | 2014

Por isso que só uso o meu como se fosse dinheiro no bolso: acabou, acabou. Quero dizer, só uso sabendo que posso pagar a fatura a vista. Em mais de 40 anos de cc nunca parcelei nada, nunca paguei um centavo de juros. Qualquer dia desses, em vez de me dar premio por ser cliente antiga, vao é me expulsar pois a minha taxa anual nao cobre a despesa que dou :)